Atualizada às 11h37. A Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC) é alvo de uma ação civil pública (ACP) do Ministério Público de Goiás (MP-GO), que pede para a empresa aumentar o quantitativo de veículos e de pessoal nos horários de pico – das 6h às 8h e das 16h às 19h, além de  fiscalizar e determinar, diariamente, a realização ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários