Uma ação que busca combater uma organização criminosa formada por supostos hackers que cometeriam crimes patrimoniais foi deflagrada, nesta quinta-feira (12), pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ). Trata-se da quinta fase da Operação Open Doors, que apura a subtração de valores de contas bancárias de vítimas por meio de transações fraudulentas realizadas p...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários