Mesmo operando com metade do que era comum antes da pandemia, o transporte coletivo da região metropolitana de Goiânia apresenta aumento gradativo do número de usuários desde março, quando houve implantação do embarque prioritário para trabalhadores, suspenso nesta semana. A situação é vista com preocupação por especialistas por conta da demora na ampliação da cobertura va...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários