A Polícia Civil concluiu que o excesso de velocidade foi a causa do acidente que matou uma mulher grávida e a filha dela, de 4 anos, na Avenida Independência, em Goiânia. A motorista de 27 anos responsável pelo atropelamento, que aconteceu no dia 31 do ano passado, será indiciada por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. A delegada que investiga o caso...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários