A morte do torcedor do Goiás, Helenio Rodrigues Cardoso Filho, de 30 anos, deixou a família muito abalada e gerou a revolta de alguns parentes. O principal suspeito do crime é o policial civil, Gabriel Tortura Chaves, que estava de folga. O crime aconteceu após o jogo do Goiás contra o Flamengo, na noite desta quinta-feira (31). Helenio chegou a ser socorrido e enca...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários