Morreu nesta quinta-feira (15) mais um paciente, de 41 anos, transferido do Hospital de Campanha (HCamp) de Porangatu, unidade específica para o tratamento de pessoas contaminadas ou com suspeita de Covid-19, após um problema no sistema de oxigênio. Este é o sexto óbito entre os 11 pacientes em estado grave que foram transferidos para o Hospital Centro-Norte, em Uruaçu.

Como mostrou O POPULAR, no último domingo (11), o gerador responsável pela manutenção da oferta de oxigênio para o HCamp de Porangatu será periciado pela polícia depois de parar de funcionar após uma interrupção no fornecimento de energia causada pela queda de uma árvore, no bairro em que está localizada a unidade de saúde.

A delegacia de Polícia Civil de Porangatu investiga a responsabilidade sobre a falha no gerador que levava oxigênio para as UTIs e enfermarias. Até o momento sete pessoas foram ouvidas pelos policiais, entre eles quatro médicos que podem contribuir com a apuração dos fatos.

Caso seja comprovado que houve falha ou omissão na parte técnica, os responsáveis diretos pelo gerador, como por exemplo, o diretor da unidade de saúde e o técnico que dava assistência à máquina podem ser responsabilizados pelas mortes dos pacientes.