Pelas ruas da cidade, desde o final do ano passado, é possível ver placas indicando rotas de fuga e direcionando para onde a população deve se dirigir em caso de rompimento da barragem. Sirenes de alerta foram instaladas neste mês e testadas na semana passada pela mineradora para demonstrar como tudo, em tese, ocorreria se algo semelhante a Brumadinho e Mariana, em M...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários