As irmãs biomédicas Betty e Brenda Agi, filhas de um moçambicano com uma brasileira, e moradoras de Anápolis, estão entre os 100 afrodescendentes mais influentes do mundo, de acordo com uma premiação reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU). As jovens são fundadoras da ONG Compaixão Internacional, um centro de assistência médica, preventiva e odontológica. Na mes...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários