O mestre de capoeira conhecido como Moa do Katende foi morto com 12 facadas nas costas durante uma discussão em um bar no bairro Engenho Velho de Brotas, de Salvador (BA), na madrugada desta segunda-feira (8). A briga começou porque ele teria dito que havia votado em Fernando Haddad (PT) para Presidência da República. De acordo com a assessoria de imprensa da Sec...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários