O desastre em Pontalina, cidade a 119 quilômetros de Goiânia, no último sábado (4), com o rompimento de uma barragem que chegou a atingir a cidade, chamou atenção novamente para a situação das barragens em Goiás. Quase um ano depois do rompimento da barragem de rejeitos da Vale, em Brumadinho (MG), em janeiro do ano passado, a situação em Goiás continua preocupante: nã...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários