Uma criança de 7 anos foi agredida por um colega na Escola Municipal Gotinha do Saber, na última segunda feira (23), em Nerópolis, a 36 km de Goiânia, e teve de ser hospitalizado na capital. Ele sofreu uma perfuração no intestino e teve que ser submetido a uma cirurgia. O menino está internado no Hospital Materno-Infantil, em Goiânia.

De acordo com o pai do garoto, Braz Alves da Silva, de 39 anos, o filho recebia agressões verbais na escola. No dia do incidente, a briga teria começado no transporte escolar e continou dentro do colégio. Segundo Braz, o irmão do garoto que foi hospitalizado tentou separar a briga. Por ordem da funcionária que fica na portaria, o irmão deixou o menino próximo dela. Foi então o momento em que o agressor, de 8 anos, deu um chute no estômago da criança.

O menino foi para a casa, e revelou a agressão aos pais. Com muitas dores, ele foi levado para o hospital da cidade e medicado. Como as dores não melhoravam, os pais voltaram com a criança para o Hospital, lá fizeram a transferência do menino para Goiânia. Segundo a direção da escola, os meninos trocaram socos e pontapés e foram separadas pelos funcionários. A coordenadora do colégio disse que avisou os pais logo depois da briga, assim que percebeu que o menino passava mal.

A diretora negou a existência de agressões psicológicas entre os alunos, e afirmou que não procurou a Secretaria de Educação ou o Conselho Tutelar por achar o fato corriqueiro. O secretário de Educação e o Conselho só tomaram conhecimento do fato nesta quarta-feira (25) pela imprensa. O pai da criança, Braz Alves, disse que já solicitou a transferência dos filhos para outra escola. O caso está sendo registrado na delegacia de Nerópolis.