Em meio a uma crise orçamentária com as universidades federais, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, deve lançar hoje, um programa que propõe um formato alternativo de financiamento para o ensino superior. Batizado de Future-se, o programa vai estimular captação de recursos próprios pelas instituições com doações e parcerias com empresas privadas. Antes de ser ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários