A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) enviou 10 inquéritos para o Judiciário em que são indiciadas mais de 30 pessoas por crime ambiental e administrativo. Fazendeiros, loteadores, corretores e agrimensores são suspeitos de envolvimento com o desmatamento e construção de imóveis nas margens do Rio Uru, na região de Heitoraí e Itaberaí. Cada inquér...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários