Pela primeira vez desde o começo da pandemia, a maioria dos brasileiros considera que a Covid-19 está controlada no Brasil, de acorda com pesquisa do Datafolha divulgada na quarta-feira (14) pelo jornal Folha de S.Paulo.

>> Receba gratuitamente em seu whatsapp notícias de Goiás sobre vacinação, Covid-19, decretos e outras informações relevantes. Clique. <<

A pandemia está parcialmente controlada para 53% dos entrevistados e totalmente controlada para 5%. Está fora de controle para 41% dos inquiridos e 1% não soube responder.

O levantamento foi feito de 7 a 8 de julho. Foram realizadas 2.074 entrevistas presenciais com pessoas de 16 anos ou mais em 146 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

Os mais jovens (de 16 a 24 anos), pretos e que reprovam o governo de Jair Bolsonaro são os que mais acreditam que a pandemia está fora de controle.

A média de mortes diárias por Covid-19 no Brasil ficou em 1.265 nessa quarta-feira (14.), o menor patamar desde 2 de março, quando chegou a 1.262. Está em queda há 18 dias consecutivos. Quando há diminuição da média móvel maior do que 15% em relação a duas semanas antes, os especialistas consideram que a curva apresenta queda.

Para explicar a situação da pandemia, o Poder360 usa como métrica a média móvel de sete dias. Trata-se da média diária de mortes e casos nos 7 últimos dias, incluindo a data.

A média diária de novos casos está em 42.956, de acordo com os números oficiais. Apresenta queda há 15 dias. 

VACINAÇÃO

O Datafolha questionou os entrevistados sobre a velocidade da vacinação no Brasil. Para 60%, a imunização está mais lenta do que deveria. Em março, essa era a percepção de 76% dos entrevistados. Outros 30% disseram que a vacinação está dentro do prazo e 9%, mais rápida do que deveria.

O Brasil aplicou a 1ª dose de vacinas contra a Covid-19 em 86.465.775 pessoas até as 21h30 de quarta-feira (14). Dessas, 32.216.732 receberam a 2ª dose ou dose única e estão imunizados. Ao todo, 118.682.507 doses foram administradas no país.

O número de vacinados com ao menos uma dose equivale a 40,51% da população, conforme a projeção de habitantes para 2021 feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os que receberam as duas doses ou dose única são 15,1%.

Segundo o Datafolha, melhorou a avaliação do Ministério da Saúde na aquisição de vacinas. O índice de ótimo/bom foi de 32% para 37%. Outros 30% avaliam como regular, 31% como ruim ou péssimo, e 2% não opinaram.

De acordo com a pesquisa, 46% dos entrevistados têm medo de se infectar com o novo coronavírus. Outros 31% afirmaram ter um pouco de medo e 21%, não ter medo.