Atualizada às 21h25 O Ministério Público de Goiás (MP-GO) ingressou nesta segunda-feira (24) com uma ação civil pública (ACP) contra os médicos Ricardo Paes Sandre e Léo de Souza Machado por atos de improbidade administrativa que teriam sido praticados no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO). De acordo com documento, os dois médicos teriam utilizados...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários