Devido a uma especialidade que, se não chega a ser incomum, não é das mais cobiçadas na Medicina, Ricardo Borges era conhecido como “Doutor Morte”. Aos 42 anos de idade, 19 de profissão e há 10 como médico paliativista, hoje é chamado pelos colegas de “Doutor Esperança”. Mas, esperança de que, diante do fato de que ele é chamado a intervir no momento em que não há mais...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários