Responsável pela arma utilizada no atentado do Colégio Goyases, que matou dois adolescentes e feriu quatro, a policial militar mãe do atirador chegou a ser indiciada em inquérito da PM por suspeita de ter praticado crime militar, mas foi inocentada e o processo arquivado após parecer favorável do Ministério Público e decisão do Judiciário. O filho dela, na época com 14 anos, ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários