Geraldo Alves da Silva, de 76 anos, foi encontrado morto na última sexta-feira (16) em um sítio vizinho ao dele, no município de Vila Propício, às margens da BR-414, em Goiás. Inicialmente a Polícia Civil (PC) trabalhava com a hipótese de que o idoso tinha sido atacado pelos cães do vizinho. No entanto, o laudo da Polícia Técnico-Científica apontou que o homem foi alvo de um “animal silvestre de grande porte, provavelmente, um felino”.

Responsável pela investigação, o delegado Marco Antônio Zenaide Maia explicou que Geraldo foi até o sítio levar um recado para o vizinho, mas demorou a voltar, com isso, a polícia foi acionada. O corpo foi encontrado na terra vizinha. Ao chegar ao sítio, a Polícia Técnico-Cientifíca encontrou indícios e rastros compatíveis com o de felinos e a hipótese de ataque por cães foi descartada. O corpo de Geraldo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), que identificou ferimentos na cabeça.

O delegado contou que entrou em contato com um pesquisador da Universidade Federal de Goiás (UFG) e pretende, nesta semana, realizar uma varredura no local a fim de encontrar indícios ou não do felino, que pode ser uma onça.