A justiça suspendeu, em Formosa, nesta terça-feira (13), o pregão de compras de remédios que seriam usados no combate à covid-19, que seria feito nesta quarta (14). A suspensão acolheu um pedido do Ministério Público, que argumentou que os medicamentos não tem comprovação científica de eficácia e o uso não é aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. O juiz R...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários