A precariedade, situação de insalubridade e incidentes fugas, mortes e apreensões de drogas e celulares levaram o juiz Carlos Arthur Ost Alencar, da Vara Criminal de Cristalina, a conceder liminar nesta terça-feira (11) para determinar a interdição total do presídio da cidade, até que se construam novas instalações. A unidade prisional foi projetada para receber 32 i...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários