O juiz federal Alderico Rocha Santos, da 5ª Vara da Justiça Federal em Goiânia, absolveu 17 policiais militares suspeitos de integrar um suposto grupo de extermínio, em Goiás, por falta de provas. Eles eram acusados de torturar quatro homens e uma mulher, com choque elétrico, pisoteamento e pauladas, e ocultar o cadáver de um deles, após uma abordagem policial, em uma b...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários