Uma decisão liminar do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) desta quinta-feira (1º) determinou que não sejam aceitos novos presos dentro da Casa de Prisão Provisória (CPP), no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, até que o Estado amplie a quantidade de vagas da unidade. O presídio, que é o maior de Goiás, tem capacidade para 800 detentos, mas possui quase 3 mil.  A decisã...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários