Atualizada às 10h15 do dia 01/07/2020

Itapuranga, município do centro goiano, registrou nesta terça-feira (30) o primeiro óbito causado pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2). Se trata da pastora Vilma Ribeiro Rodrigues, de 69 anos, que estava internada no Hospital de Campanha para o Enfrentamento ao Coronavírus (HCamp) de Goiânia.

🔘 Acesso o nosso especial 'Coronavírus Sem Mistério' e confira gráficos interativos, lives, entrevistas, podcast e tire as suas dúvidas da doença

O prefeito da cidade, Daves Soares (PSDB), diz a mulher chegou a ficar internada em uma unidade de saúde do município, mas foi levada para Goiânia por conta de uma piora no quadro de saúde. “Ela foi o quinto caso confirmado da cidade. Logo depois o esposo dela, que também é idoso, testou positivo”, explica.

Soares esclarece que nesta terça, mais sete pessoas da família da pastora tiveram resultado positivo para a doença. “Elas e as pessoas que elas tiveram contato vão ser rastreadas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS)”, conta. Até nesta terça, a cidade tinha 13 casos confirmados da doença.

Fiscalização

O prefeito diz ainda que a situação no município está controlada e que não vê, no momento, necessidade de um fechamento mais brusco das atividades comerciais. “Estamos conseguindo lidar bem e controlar a situação”, aponta.

Segundo ele, o que mudará será a fiscalização em cima do uso de máscaras. “Quem não usar máscaras para sair de casa, será multado. Também ficaremos de olho nas pessoas idosas. O vírus é consciência e educação. Se as pessoas não se cuidarem não tem o que fazer”, finaliza.