Um novo estudo feito por pesquisadores da Universidade Federal de Goiás (UFG) mostra que as medidas restritivas de isolamento social adotadas pelo governo estadual e pelas prefeituras e o comportamento da população nas primeiras semanas da pandemia de Covid-19 no Estado evitaram a morte de até 3,4 mil pessoas. O trabalho foi desenvolvido pelo mesmo grupo que tem acertado ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários