A conclusão de um inquérito da Delegacia Estadual de Meio Ambiente (Dema) nesta semana, que levou ao indiciamento de Paulo Sérgio Guimarães Santos, dono de uma fazenda em Britânia, pela morte de toneladas de peixes no Rio Vermelho em fevereiro, se contrapõe a um relatório de técnicos da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) feito n...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários