Mais de dois meses após a ação policial que culminou na morte de quatro homens na zona rural de Varjão, a 72 quilômetros de Goiânia, a Polícia Civil de Goiás ainda não consegue dizer se o motorista de aplicativo Fábio Júnior de Oliveira Santos, de 38 anos, morto na operação, fazia ou não parte do grupo. A família diz que ele era refém do trio. Já os policiais militares envol...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários