Especialistas em tributação e entidades ligadas ao mercado imobiliário e ao setor da construção civil criticam a nova fórmula para o cálculo do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) proposta pela Prefeitura de Goiânia para valer já em 2022. De acordo com eles, há um grande risco de a mudança penalizar contribuintes de imóveis de padrão construtivo mais baixo, mai...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários