A mistura de ventos fortes com fuligem e fumaça oriundos os incêndios provocou nesta terça-feira (13) um cenário parecido a uma tempestade de areia no Pantanal. O fenômeno ocorreu na Serra do Amolar (MS), uma das áreas mais preservadas do bioma. Uma foto feita de dentro de uma das aeronaves usada no combate aos incêndios na região mostra uma enorme nuvem baixa marrom...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários