O intenso adensamento e expansão urbana aliada a construções cada vez mais impermeáveis, falta de arborização e galerias pluviais dimensionadas para uma cidade menor do que a atual é o conjunto que causa os problemas de drenagem urbana em Goiânia. O engenheiro e consultor de hidrologia e recursos hídricos Marcos Correntino explica que, normalmente, a cidade cresce das pa...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários