O Instituto de Identificação da Polícia Civil de Goiás informou, nesta terça-feira (28), que o corpo encontrado no Parque Santa Rita na segunda-feira (27) é de Danilo de Souza Silva, de 7 anos. O reconhecimento foi feito por meio de impressões digitais, já que a criança possuía RG. Danilo desapareceu há uma semana, no dia 21 de julho, quando saiu para ir à casa da avó, mas nunca chegou. Nesta segunda, o corpo, em estado de decomposição, foi localizado por cães farejadores do Corpo de Bombeiros a 100 metros da residência da criança.

Ainda não há informações sobre as causas da morte, bem como autoria do crime. Um ponto que instigou a equipe da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) é que o local onde o corpo foi localizado já havia sido verificado. A polícia apura, portanto, quando o menino teria sido deixado lá. A suspeita já era de se tratar de Danilo, já que não havia registros de outra criança desaparecida.

O garoto foi achado por volta das 14 horas desta segunda-feira (27). Depois de informada a DPCA, foi realizada a perícia e o corpo foi retirado do local por volta das 18 horas. Na ocasião, a mãe da criança disse que a roupa do corpo encontrado era semelhante à que ele usava, uma camiseta branca e shorts jeans.

As investigações continuam e a perícia também deverá informar se o garoto sofreu algum tipo de violência, além da causa da morte. A polícia tem depoimentos e imagens de câmeras de segurança, mas não deu detalhes se existem suspeitos. Uma entrevista coletiva deve ser realizada nesta tarde pela Polícia Civil para mais informações sobre o caso.