Após uma ação popular movida por moradores do município de Cavalcante, em Goiás, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) suspendeu a compra emergencial de 20 mil litros de retardante de fogo. O órgão informou à Justiça Federal. Ação de moradores de Cavalcante foi apresentada à Justiça Federal na última sexta-feira (16) c...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários