Atualizada às 13h36.

O Hospital do Coração isolou um andar após internação de cinco pacientes com sintomas suspeitos para a Covid-19. Entre os pacientes está uma médica pediatra, de 65 anos já com diagnóstico positivo para o novo coronavírus que, na última sexta-feira (20), estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado gravíssimo. A unidade de saúde está localizada no Setor Oeste, em Goiânia. 

Outras quatro pessoas estão em quartos e o andar dos leitos foi isolado. Segundo o site G1, a medida foi tomada após as tomografias dos pacientes mostrar inflamação generalizada nos pulmões. Todos, a maioria mulheres, voltaram de viagens na Europa. Os internados estão sendo tratados com medicamentos usados em casos de malária (cloroquina e azitromicina).

A pediatra é uma das três médicas que estiveram juntas em um cruzeiro pela Itália. Em Anápolis, uma anestesista de 69 anos recebeu alta e cumpre isolamento domiciliar. Já em Rio Verde, no sudoeste goiano, a médica de 65 anos, que foi a primeira confirmação registrada no Estado recebeu alta, curada, no último final de semana

Em nota, o Hospital do Coração de Goiás informou que não fornece informações sobre seus pacientes, a não ser diretamente aos responsáveis legais pelos mesmos. Em relação aos casos suspeitos, ou em tratamento, do novo coronavírus, a unidade esclarece que cumpre todas as normas de segurança e qualidade preconizadas pela Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde e Secretaria de Estado da Saúde, repassando as notificações necessárias às autoridades competentes no prazo previsto.