Duzentas pipas com cerol e 170 linhas chilenas foram apreendidas durante uma fiscalização da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma), feita entre sábado e domingo em bairros de Goiânia. A ação ocorreu nos setores Carolina Park, Vila João Braz, Buena Vista e no Bairro Goiá.

A GCM informou que estas ações são pontuais, mas que têm ocorrido com maior frequência nos últimos dias. Além do risco de contágio do novo coronavírus, também existe a possibilidade de ferimento com as linhas. Tradicionalmente, a corporação realiza operações para combater o uso destas linhas durante as férias escolares, entre o fim de junho e o início de agosto.

As brincadeiras envolvendo pipas, tradicionalmente, envolvem grupos de pessoas, o que não é permitido por conta do decreto de distanciamento social para enfrentamento à pandemia do coronavírus. Além disso, o pó de vidro usado no cerol é extremamente cortante e pode matar. A fiscalização orientou os moradores a ficarem em casa e vai destruir o material apreendido.