O governo do Pará, comandado por Hélder Barbalho (MDB), protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF) uma ação em que pede a liberação da importação e do uso da vacina russa Sputnik V. O estado firmou contrato com o Fundo Soberano Russo para a compra de três milhões de doses do imunizante em março, mas a Agência Nacional de Vigilância Sanitária ainda não autorizou a i...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários