Cidades fantasmas, medo de aproximação de pessoas e proibição de sair das cidades. Esta é a realidade de cerca de 16 milhões de pessoas que vivem na Região Norte da Itália, país com surto do novo coronavírus (Covid-19), e que estão enfrentando uma quarentena imposta pelo governo desde o último domingo (8). A princípio, a medida deve durar até o dia 4 de abril deste ano...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários