Goiânia passou de 33 mil casos de coronavírus com mais 348 novos casos inseridos na plataforma de contagem nas últimas 24 horas. Nesta sexta-feira o total de confirmações da doença é de 33.342. Destes, 17.591 são mulheres e 15.751, são homens. Do total, 30.484 já estão recuperados e 1.733 estão sendo monitorados por equipes de saúde depois de testarem positivo para a doença.

Desse total, a maior parte dos infectados tem idades entre 20 e 39 anos. Até agora, 14.230 pessoas com esta faixa etária contraíram a doença causada pelo Sars-CoV-2. Depois aparecem as pessoas com idades entre 40 e 59 anos, com 11.740 registros de contaminação. Idosos com mais de 60 anos aparecem logo depois, com 5.330 casos da doença. Por último, pessoas com menos de 19 anos registraram 2.042 casos até agora.

Considerando apenas as mortes, Goiânia tem 886 confirmações até agora. A maioria das vítimas da doença continuam sendo as pessoas do sexo masculino, com 528 registros até agora. Já as mortes de mulheres somam 358. Pessoas idosas são as maiores vítimas da doença, com 74% dos casos. Ao todo, 654 pessoas acima dos 60 morreram depois de complicações da Covid-19.

Goiânia ainda tem 239 pessoas que continuam internadas. Elas fazem parte da estatística que mostra que, ao todo, até agora, 2.301 pessoas precisaram de passar algum período em leitos de hospitais para tratamento, sendo 46%, ou 1.065 pacientes, foram para leitos de terapia intensiva. Os outros 31.041 não precisaram de internação.