O projeto de lei que cria a “família acolhedora” foi regulamentado e já está valendo. O programa vai permitir que famílias residentes na capital possam receber crianças e adolescentes que foram afastados de seus pais ou responsáveis por decisão judicial. A Prefeitura informou que este é um serviço de proteção social direcionado a este público, em razão de medida...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários