Das 198 mortes à espera de UTI coronavírus, 52% ocorreram na macrorregião Centro-Oeste do Estado, onde fica Goiânia. A capital, cidade mais populosa do Estado, teve 26 óbitos de pacientes que aguardavam um leito crítico. Esses pacientes que morreram na capital já estavam em algum leito do Estado. Isso porque, os pacientes com coronavírus que chegam até unidades goianien...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários