A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) interromperá, a partir desta terça-feira (1º/6), a aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19. De acordo com a SMS, o “atendimento será retomado após o recebimento de nova remessa pelo Ministério da Saúde”. Até o sábado (29), 396.365 pessoas haviam iniciado o ciclo de imunização e 210.698 já haviam recebido a dose de reforço.

A interrupção já era prevista. Conforme O POPULAR adiantou na edição desta segunda-feira (31), a Prefeitura de Goiânia só tinha 1,3 mil unidades destinadas à primeira dose, também chamada de D1. Fabricadas pela Pfizer, elas foram reservadas para profissionais da educação infantil e pessoas com doenças preexistentes. Até agora, 86.105 pessoas com comorbidades e 11.258 trabalhadores da educação tomaram a primeira dose na capital. Nenhum integrante dos dois grupos cumpriu o prazo para a dose complementar.

Enquanto um novo carregamento não chega, a SMS segue com a aplicação da segunda dose para quem está com atraso das vacinas Coronavac e Astrazeneca. O atendimento será feito das 8 às 17h, sem necessidade de agendamento. 

Confira as unidades de excepcionalidades para a segunda dose com atraso: 
1) Cais Campinas
2) Cais Cândida
3) Cais Bairro Goiá
4) Ciams Urias Magalhães
5) Upa Chácara do Governador
6) Upa Jd América
7) Ciams Novo Horizonte