Atualizada às 21h01

A vacinação de adolescentes contra a Covid-19 começará nesta quarta-feira (15) em Goiânia e Aparecida de Goiânia. A aplicação da dose de reforço em idosos com mais de 70 anos e imunossuprimidos terá início nesta mesma data. 

Em Goiânia, nesta segunda-feira (13) e terça-feira (14), a vacinação contra a Covid-19 para adultos continua disponível em 29 postos diferentes, que atendem demanda espontânea. A partir de quarta, além dos adultos, os adolescentes, idosos e imunossuprimidos também serão atendidos.

“Ainda não sabemos se vamos precisar marcar agendamentos ou se vamos atender a população por demanda espontânea. Tudo vai depender de quantas doses vão chegar”, explica a secretária executiva da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia, Luana Ribeiro. Em Aparecida, a vacinação dos adolescentes seguirá  a mesma lógica dos adultos e acontecerá através do agendamento no aplicativo Saúde Aparecida ou por demanda espontânea no drive-thru da Cidade Administrativa.

Em Goiás, as doses são enviadas para os municípios toda quarta-feira. Nesta terça, as cidades já devem ser informadas de quantas doses irão receber. O único imunizante liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para vacinar pessoas com idade entre 12 e 17 anos é o da Pfizer. A recomendação do Ministério da Saúde é que seja dada prioridade para os adolescentes com deficiência permanente, comorbidades e aqueles privados de liberdade.

Dose de reforço

Luana explica que a SMS também aguarda saber a quantidade de doses que Goiânia vai receber para traçar a melhor estratégia de aplicação do reforço e o recorte etário do público alvo, já que ela também deve ser feito com a vacina da Pfizer. Para os idosos receberem o reforço, é preciso que tenham tomado a segunda dose do imunizante há pelo menos 180 dias e os imunossuprimidos há 28 dias. 

Em Aparecida, a gerente de imunização da cidade, Renata Cordeiro, diz que a aplicação do reforço acontecerá nos mesmo locais onde a segunda dose está sendo administrada e que não será necessário nenhum tipo de agendamento. “O nosso intuito é facilitar o máximo possível o acesso da população a vacina”, esclarece.