O ginecologista e obstetra Nicodemos Júnior Estanislau Morais, de 41 anos, deve ser indiciado por estupro de vulnerável, além do crime de violação sexual mediante fraude. O médico é investigado pela Polícia Civil, que já recebeu cerca de 50 relatos de vítimas desde que a operação Sex Fraud, que prendeu Nicodemos preventivamente, foi deflagrada nesta quarta-feira (29).  A titula...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários