Na decisão que autorizou a retirada do vídeo com cenas da preparação do corpo do cantor Cristiano Araújo das páginas do Google e Facebook, o juiz William Fabian, da 3ª Vara de Família de Goiânia, alegou “profunda indignação” com as imagens, consideradas por ele de “extremo desrespeito para com os falecidos e suas famílias”. No texto, o juiz expõe seu desconte...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários