A diminuição do índice de isolamento social em Goiás, medido desde a última quinzena de abril, deve intensificar a necessidade de leitos de saúde, tanto clínicos quanto de unidade de terapia intensiva (UTI) a partir de meados de junho. A conclusão é do novo estudo de modelagem feito pela equipe da Universidade Federal de Goiás (UFG) que desenhou dois cenários para o avanço d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários