Dez estabelecimentos de Anápolis, no Centro de Goiás, foram interditados durante uma fiscalização para verificar o cumprimento das normas do decreto municipal que visa reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus. Maior irregularidade encontrada foi quanto ao horário de funcionamento. Permitido para abertura às dez horas da manhã e fechamento as quatro da tarde, alguns empresários estariam abrindo as portas às oito horas diariamente.

Outras irregularidades encontradas foram: uso de máscara inadequado e maior quantidade de funcionários e clientes que o permitido por metro quadrado. Além das interdições, os comerciantes vão ser multados, com valores que vão de 200 reais a 80 mil reais, dependendo da gravidade. Até às duas horas dessa tarde, 300 locais tinha sido visitados pela Vigilância Sanitária e a Polícia Militar. A fiscalização foi feita depois de período educativo.