A disputa por uma fazenda no valor de R$ 46,7 milhões pode ter motivado morte dos advogados Marcus Aprigio Chaves, de 41 anos, e Frank Alessandro Carvalhaes de Assis, de 47, no último dia 28, no escritório deles, no Setor Aeroporto, em Goiânia. O apontamento é das investigações da Polícia Civil de Goiás (PC-GO). O agricultor Nei Castelli, de 58 anos, é investigado co...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários