Em março de 2018, a goiana Luana de Melo, de 25 anos, foi encontrada morta no próprio apartamento, em Buenos Aires, na Argentina. Inicialmente, a morte foi considerada natural. Três meses depois de ela ter morrido, uma perita apontou a suspeita de homicídio. Agora, a família da jovem cobra investigação e agilidade na tramitação do processo do caso. Luana foi encontrada...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários