Com diplomas falsificados de graduação em enfermagem pela Universidade Salgado de Oliveira (Universo) e de pós-graduação pela Faculdade Unida de Campinas (FacUnicamps), Gabrielle Cristina Lima Canuto, de 32 anos, conseguiu uma carteira profissional no Conselho Regional de Enfermagem de Goiás (Coren-GO) e ocupou cargos em pelo menos três hospitais de Goiânia de 2019 a 2021....

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários