O Conselho Superior Universitário (CsU) da Universidade Estadual de Goiás (UEG) rejeitou na última semana o relatório final exposto pela Comissão de Redesenho da instituição que apontava a discussão sobre a extinção de 57 cursos e 15 Câmpus. A forma que foi feita a comissão responsável pelo estudo técnico que culminou no relatório se tornou a principal crítica do CsU ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários