A Polícia Civil vai encerrar as investigações das supostas agressões do ex-presidente nacional do Partido Republicano da Ordem Social (Pros), Eurípedes de Macedo Júnior, contra a filha, sem ouvir o suspeito. O depoimento dele estava previsto para esta tarde de segunda-feira (13), em Planaltina, no Entorno do Distrito Federal, no entanto, o político ligou para o delegado do caso...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários