O governo de Goiás está correndo para não precisar devolver recursos federais para a construção de três centros de internação de adolescentes infratores. Os prazos dos convênios, que somam R$ 21 milhões, para a edificação de centros de atendimento socioeducativo (Cases) em Itaberaí, Itumbiara e Porangatu (veja quadro), vencem nos próximos meses e as obras precisam estar ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários